Letargia - O Amanha pode ser melhor - Valéria Magalhães


Esse é aquele livro super amorzinho que desperta em nós o prazer de resenhar. Confesso que estou presa a uma história com tantos fatos que se torna difícil descrever parte dessa leitura sem dar algum spoiler. Mas calma, são só migalhas de um grande silo.



Título Original: Letargia - O Amanha Pode Ser Melhor
Autor: Valéria Magalhães
Ano: 2018
Editora: Autografia
Páginas: 350
Categoria: Romance
IG: @cutucandoahistoria




SINOPSE 

Kaila é uma menina ingênua e sonhadora. Sua tia, movida pela vingança, criou a menina debaixo de rígidas regras, isolada de todos.Apesar de suas tentativas para torná-la infeliz, a jovem, ao chegar à Encosta da Serra, descobre sentimentos nunca experimentados. Em um acaso do destino, ela é encontrada pelo pai, um homem muito rico que dá a ela a oportunidade de se tornar a dama que sempre sonhou ser.
Fascinada com o glamour da alta sociedade dos meados de 1912, Kaila se vê envolvida em uma trama de mentiras, e sua ingenuidade não lhe permite perceber que as piores decisões partem dela mesma

Resenhando - Letargia - O Amanhã Pode Ser Melhor  -Valéria Magalhães

Esse é aquele livro super amorzinho que desperta em nós o prazer de resenhar. Confesso que estou presa a uma história com tantos fatos que se torna difícil descrever parte dessa leitura sem dar algum spoiler. Mas calma, são só migalhas de um grande silo.

Ele é uma romance nacional e de época, quer dizer... Sabe aquela época em que você se encaixa? Tudo é bem presente, e sem perceber mergulha na história cheia de reviravoltas inesperadas. A autora espertamente usou um cenário bastante comum e existente em qualquer época, confesso que para mim muito atraente... As casas são simples (interioranas) e há muito, muito verde. Juro que desejei conversar com alguém abertamente a respeito dos muitos acontecimentos, e por isso, estou indicando tanto esse livro, que sai do convencional e certamente surpreenderá vocês leitores.

Letargia conta a história da impetuosa Kaila, uma jovem de vinte e um anos que mora com os tios. Afastada do convívio social, criada sob as rígidas regras de sua tia Rebeca, Kaila vê o mundo passar diante de seus olhos, até que seu tio Filemom, cansado de fugir, compra um pequeno comércio na pacata região de “Encosta da Serra” (gente, eu amei o nome desse pequeno povoado e até procurei na internet para ver se ele existia, mas não, ele não existe L).

É aí que a engrenagem da história gira e mil coisas acontecem, vou falar aqui apenas a ponta da corda que se desenrola na trama, então reafirmo: não se preocupem.  

No dia seguinte a sua chegada, ela sai para conhecer a região com sua amiga Duda (aquela que está por dentro de todos os acontecimentos, uma jovem alegre, que irá ajudar Kaila a aprontar das suas), e sem querer, Kaila se distrai e perde o horário. Na volta para casa, ela meio que conhece Humberto,um homem retraído, filho de um grande fazendeiro da região... é a família Calado.

Nessa mesma noite, ela conhece Felipe (tirando a Kaila, ele foi um dos meus personagens favoritos, o cara é o tipo “vamos viver o hoje como se não houvesse amanhã e pegar todas sem se prender a ninguém”.

Devido a região ser pequena, aos poucos, a tia dela começa a soltar as rédeas e a nossa jovenzinha, que não tem nada de santa, aproveita todas as oportunidades para desbravar o mundo. É como se ela desejasse abraçar tudo de uma vez, e eu entendo (afinal ela vivia trancada),mas também lamento. A pessoa quando se afasta do meio social, perde a noção do quanto pode ser manipulável, e essa sua ingenuidade será o propulsor que a conduzirá a tomar as piores decisões possíveis. Deixo aqui um comentário pessoal. Nos tempos atuais, não existe mais personalidades tão ingênuas, talvez seja por isso que a inocência exagerada da Kaila causou em mim tanta gastura.

Mas as coisas acontecem de um jeito tão fluido... Sem você se dar conta, as circunstâncias aproximam ela de Humberto e Felipe. Mais rápido ainda, ela vai para São Paulo e não sendo o bastante termina em Belo Horizonte. E nem tentem imaginar o que irá acontecer. Você vai sorrir, ficar indignado e com certeza se surpreender, esse gênero de suspense prende a gente com muita facilidade. Um ponto que também quero ressaltar é a respeito da narração. Narrado na primeira pessoa, Kaila mostra seus pensamentos de forma bem clara, é como se fosse você vivendo a história.

A autora lança muitos pontos que nos leva a refletir, afinal, é certo você tomar uma decisão levado pelo momento? E até que ponto você deve odiar e amar?

A jovem Kaila, por ter sido criada isolada, vê o mundo como se tudo fosse perfeito, aquela ingenuidade de acreditar que tudo vai dar certo, com o tempo e os fatos ela percebe que não é bem assim que a vida acontece. E toda sua precipitação e insubmissão a levarão a seguir por caminhos bem complicados, acreditem!

O livro tem muitos personagens (e todos foram muito bem montados) cada um tem o seu papel importantíssimo na trama, então fiquem de olho.

Uma coisa que também percebi é que em alguns momentos a autora deixa meio que certas pontas, sabe aquela pulga atrás da orelha? Estou com várias e isso é terrível (no bom sentido). No meio da história, você tem a certeza de que o final  é bem inesperado.  

Gente, quase eu me esqueci de falar para vocês do Sr. Rodolfo... Vocês precisam conhecer esse homem que entra na trama e simplesmente nos encanta. Eu não chorei, mas fiquei com um nó na garganta por causa dele... Uma pessoa incrível, que eu desejei conhecer na vida real... Vê-lo se materializar só para poder dizer o quanto ele é especial.  

Enfim, não tem como falar muito desse livro, parece que tudo vai ser um Spoiler e isso é irritante kkkk. O romance é bem presente! E minhas fichas de que tudo vai dar certo foram todas lançadas num personagem que saltou do passado para o presente. No meio da história, o nome dele é citado, mas nem dei moral, e ao que parece, será ele o fragmento do passado que irá fazer girar a engrenagem do presente. 

O livro é uma trilogia e termina da pior forma possível, confesso, fiquei hiper irritada com o final e, ao mesmo tempo, louca para dar continuidade. 


Capa Segunda Edição 



Separei aqui quotes que irão dar uma pincelada, uma pequena prova de degustação do que é essa obra. 
“No instante do fim, desistir parece ser a melhor saída, mas meu corpo continuava a lutar, talvez por saber que lutar é mais digno que se resignar. Pag.: 09”


“Todos nós temos nossas feridas, nossas barreiras, nossas lutas; como vivemos e as enfrentamos revela se seremos felizes ou não. A prática da vida nos molda. Pag.:11”


“Por muitas vezes acreditamos que uma pessoa não tem sentimentos, mas não percebemos que essa foi a maneira que encontrou para sobreviver em um mundo que fere sem piedade. Assim, o meio nos gera à sua imagem e semelhança. Pag.:11”


“...é necessário sonhar para se sentir forte e vivo ao planejar como realizá-los.” Pag.:13


“Sei que sentimentos são na alma e eles não desaparecem, apenas se escondem dentro de nós e, quando menos esperamos, vêm à tona. Pag.:37”


“Tinha duas opções ao ouvir isso: acreditar em tudo o que ela me dizia e me tornar cada vez mais essa pessoa, ou saber que sou sim bem melhor, capaz de ir muito mais além. Pag.:80”


“A vida é cheia de escolhas e agora escolho conquistar os meus sonhos. Pag.:150”


“...mas a verdade é que tudo o que sou, é tudo o que lutei para ser. Pag.:175”


“Todas as decisões que me conduziram para essa estrada, cada “sim” ou “não” que eu disse, tudo formou um grande degrau, e apenas não sei se agora estou subindo ou descendo. Pag.: 288”
Deixo agora um trecho lido no final do capítulo 19, vejam que conversa enriquecedora. “— O senhor me acompanha no meu café?Ao nos sentarmos, observei sua postura, aparentava ser um homem muito culto, por ser um mestre, todos tinham o maior respeito por ele. Imaginem só o quanto ele não sabia, o quanto não havia estudado para estar nessa posição? Os melhores homens eram os que se tornavam mestres. Somente muita dedicação permitia alguém chegar a essa posição. “Instruído para instruir”.— O senhor acredita que um dia posso me tornar uma pessoa tão culta quanto o senhor? — ele deu uma gostosa gargalhada, quase engasgando com seu café, fez um sinal positivo com a cabeça.— Minha querida, você pode tudo! As pessoas não alcançam seus sonhos por culpa delas mesmas. Às vezes, colocam a culpa em alguém ou em algum motivo, talvez a culpa esteja em Deus, enfim, elas só não querem ser culpadas, mas a verdade é que tudo o que sou, é tudo o que lutei para ser.— Perdoe-me, Sr. Gusmão, mas não entendi, o que o senhor quis dizer?— Eu, por exemplo, sou um professor, um mestre nas letras, no ensino; isso é o que sou e foi o que busquei e alcancei. Quando olhamos para uma pessoa que é um vendedor, por exemplo, foi o limite até onde ele pôde chegar ou até onde ela teve forças para chegar, isso foi o que ela realmente procurou conquistar. Você será tudo o que lutar para ser. Como mestre, simplesmente irei te orientar e mostrar os melhores passos a serem dados. Para ser rainha, precisa ter uma coroa e isso custa caro. As pedras, será você quem conquistará. E o preço é dedicação, esforço, perseverança, persistência e, acima de tudo, fé em você mesma. Você já pensou até onde quer chegar?”


                                                      5 Motivos para ler Letargia
     1-      Mesmo sendo um livro de época, narrado em 1912, a linguagem é bastante atual e o ambiente faz com que você se veja dentro da história. Temos como plano de fundo São Paulo, Belo Horizonte e Encosta da Cerra (o nome já diz tudo).
2-      No livro existe não uma, mas muitas mensagens a serem repassadas: força de vontade, obstinação por um sonho, não se deixar se abater pelas dores, e principalmente a necessidade de recomeçar sempre que desafiado.
3-       Letargia é uma trilogia de romance literário brasileiro, recomendada para todas as idades. Ele é narrado na primeira pessoa.
4-      Uma história de vida que vai mexer com você. A personagem principal tem um lado doce, além de ambiciosa. Facilmente, você irá se identificar com ela e se ver dentro da história em muitos momentos.
5-      Quatorze anos se passam, e por isso podemos ver gradativamente o crescimento da personagem, o quanto às vezes as circunstâncias nos obrigam a amadurecer.
Garanto que a lista não acaba aqui, mas creio que esta já é o bastante para te incentivar. Então não perca tempo para mergulhar nessa gostosa e irresistível leitura.





Baixe o livro aqui!

37 comentários

  1. Olaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
    Porquê que me faz lembrar a Cinderela? A Tia má e invejosa tem traços disso. E depois a vida glamourosa. Fiz uma ligação. Não é negativo. Pelo menos, para mim, que detesto romances históricos, chamou a minha atenção :)
    Beijokitaz




    www.devaneiosdemissl.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você nem imagina o quanto essa historia está longe de ser um conto de fadas, é justamente isso o que ela não é. Só lendo para ver o quanto a vida tem para ensinar a essa ingênua e imatura garota.

      Excluir
  2. Olá :)
    Não li nada dessa autora mas agora fiquei curiosa.
    E esse final ? É daqueles que temos mesmo de ficar a contar os dias para ler a continuação ?
    Beijinhos

    A Bella e o mundo

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    A história me parece uma mistura de desenhos da Disney com romances românticos. Achei interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não consegui ver isso na leitura, ao contrário a escrita da autora é dramática então não tem esse glamour dos contos de fadas. É um livro de formação.

      Excluir
    2. Não li o livro, então não tenho como avaliar mais fundo. Mas bacana que ele te serviu como formação, este tipo de livro costuma ser o que mais relemos ao longo da vida.

      Excluir
  4. Amiga, eu amo, simplesmente, ler romances! Não importa se de época, contemporâneos...de qual espécie for! E nesse, você nos coloca tanta empolgação na resenha que me deu vontade de ler para conhecê-lo ainda mais!Parece ter sido uma excelente experiência literária, não é mesmo? E os quotes?! Que delícia!
    Parabéns pela linda divulgação e muito obrigada pela sugestão! E muito legal a possibilidade de baixá-lo aqui! Incrível!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já viu que a gente tem tudo a ver né (Café). Vc é das minhas kkkkk

      Excluir
    2. Simmmm! E fico feliz por isso! Beijos!

      Excluir
  5. Quando li a SINOPSE, confesso que parecia que estava revivendo 1 trecho da minha vida, da minha história! Já quero muito ler com certeza e obrigada pela indicação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que tenha se identificado logo de cara com a história.

      Excluir
  6. Não conhecia esse livro e agora quero muito ler! ❤ Eu adorei, sério mesmo! Obrigado pela indicação!

    ResponderExcluir
  7. Muito profundo,adorei a resenha sobre Letargia,me parece um bom livro de cabeceira!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo, eu tenho ele na minha e sempre gosto de dar uma pincelada em alguns trechos poéticos.

      Excluir
  8. Nunca li nada dessa autora! Mas já to com medo desse final haha mas as quotes me deixaram curiosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A escrita dela é dramática com uma pegata gótica. Recomendo.

      Excluir
  9. oi!
    Eu gostei da resenha :D achei interessante este livro,adoro livros com ar de mistério...

    ResponderExcluir
  10. Que resenha maravilhosa. Não conhecia a obra nem autor, foi uma grata alegria conhecer com sua resenha. Estou ensaiando para ler romances de época, nossa maravilhososo. Amei a apresentação que você fez dele.

    ResponderExcluir
  11. Pelo que parece a Kaila vai aprender muito na vida através de seus erros, criados a partir da imaturidade. Muito de nosso crescimento pessoal vem através da vivência de situações boas e ruins, acredito que a autora quis passar essa mensagem através de sua escrita. Parabéns pela resenha, nota-se logo o carinho que vc tem com essa obra.

    ResponderExcluir
  12. Oii!

    Amei sua resenha, bem completa! E gostei muito da premissa do livro, parece uma ótima leitura. Não o conhecia, então já vou colocar na lista! Gostei muito dos quotes também, você os selecionou muito bem!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Acredito que irá ser bem interessante acompanhar a tragetória da jovem Kaila e o amadurecimento da personagem nesse livro. Gosto de finais inesperados na história. Entendo que quando um livro é aquele super amorzinho que desperta na gente o prazer de resenhar, é difícil se conter pra não dar spoilers kkkkk. Gostei de conhecer mais desse livro e tudo o mais. Ótima resenha!Parabéns pela delícia de indicação!

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia, mas fiquei bastante interessada pela leitura. Não sei se estou enganada, mas me pareceu uma leitura profunda, dramática. Despertou minha curiosidade.
    Vou procurar!

    ResponderExcluir
  15. Interessando observar como a criação pode tornar uma pessoa ingenua e influenciável. Eu já fui muito ingênuo também!

    Livro interessante! Gostei da resenha :3


    ______
    🌐 Relatos de um Garoto de Outro Planeta
    👍 Facebook: Relatos de um Garoto de Outro Planeta

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem? Ah, é tão legal quando um livro nos prende tanto. Mesmo terminando a leitura nos sentimos envolvidos. Fiquei apaixonada com essa capa. Pelo ano da história me fez lembrar de Titanic e da Rose. Histórias de época sempre me deixam curiosa. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  17. Olá
    Fiquei meio confusa com o livro, ele parece ter tanto uma linha de romance quanto de mistério que eu gosto bastante e me instiga a ler, mas quando precisa contar demais com a ingenuidade dos personagens isso acaba comprometendo minha diversão. E o final aberto dessa forma é outra coisa que não gosto, então essa seria uma daquelas leituras para ler só quando ja ter série pronta.

    ResponderExcluir
  18. AHHHHH! Já quero esse livro, sério! Eu amo leituras de época e nunca tinha pego nenhuma que se passa no Brasil, e isso é muito bacana! Gosto muito dessa representatividade nacional (e acho que falta bastante ainda).

    Adorei a capa e me empolguei bastante com sua resenha! Eu senti várias emoções e aposto que a narrativa vai render muuuuuitas mais! Hehehe

    www.palavrasambulantes.com

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Eu amo romances de época e tenho muita vergonha em dizer que ainda não li nenhum livro nacional desse gênero. Essa parece ser uma história que prende o leitor e eu fiquei bem curiosa pelo enredo.
    Sobre o final... sempre nessas trilogias a gente sofre esperando as continuações, né? Mas isso é sinal que o livro foi muito bom rs

    Grande beijo,
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  20. Eu não dou conta de romance de época não. Pra ser sincera, eu nem sabia que tinha um nicho BR que explorava essa área. Mas, deve ser muito bom escrever livros e saber que as pessoas ficam se roendo para dar continuidade e pegar o próximo.
    Um beijo

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  21. Gosto de romance de época e já li brasileiros que me deixou impressionado de tão bom que foi. Nosso país está repleto de escritores maravilhosos e que precisam ser divulgados.

    ResponderExcluir
  22. Sei como é resenhar um livro que se gosta muito ahah. Gostei da tua resenha, da abordagem. O enredo é muito bom.

    ResponderExcluir
  23. Estou constantemente buscando novas leituras, especialmente as nacionais!
    Achei ótimo você deixar o link do livro. Baixei! haha
    Eu me interesso muito por histórias que se passam em épocas passadas assim. Li alguns livros e sou simplesmente encantado pelos costumes e roupas dessa época.
    Fiquei curioso com o desfecho do livro!

    ResponderExcluir
  24. Mais um livro pra lista! Fiquei curiosa com essa leitura

    ResponderExcluir
  25. Livros de romances é o meu forte rsrs. Embora tenha uma listinha nada que boa rsrs. ( Pra ler assim que possivel é claro rs).
    Esse eu curti bastante a história em si, me deixou curiosa em algumas partes.
    https://blogdajenny2014.blogspot.com/

    ResponderExcluir