Um Sedutor Sem Coração - Lisa Kle

leitura romance café

Um sedutor sem coração inaugura a coleção Os Ravenels com uma narrativa elegante, romântica e voluptuosa que fará você prender o fôlego até o final.





Título Original: Cold-Hearted 
Autor: Lisa Kleypas
Páginas:320
Editora:Arqueiro
Gênero: Romance de época




Sinopse: Devon Revenel, o libertino mais maliciosamente charmoso de Londres, acabou de herdar um condado. Só que a nova posição de poder traz muitas responsabilidades indesejadas – e algumas surpresas.
A propriedade está afundada em dívidas e as três inocentes irmãs mais novas do antigo conde ainda estão ocupando a casa. Junto com elas vive Kathleen, a bela e jovem viúva, dona de uma inteligência e uma determinação que só se comparam às do próprio Devon.Assim que o conhece, Kathleen percebe que não deve confiar em um cafajeste como ele. Mas a ardente atração que logo nasce entre os dois é impossível de negar.Ao perceber que está sucumbindo à sedução habilmente orquestrada por Devon, ela se vê diante de um dilema: será que deve entregar o coração ao homem mais perigoso que já conheceu?

 Resenhando | Um sedutor sem coração

Um sedutor sem coração inaugura a coleção Os Ravenels. O livro com uma narrativa elegante, romântica e voluptuosa fará você prender o fôlego até o final.

Se você gosta de personagens bem construídos e irresistivelmente carismáticos, hoje trago a vocês a resenha deste romance de época que tem todos os ingredientes mencionados anteriormente - e outros - indispensáveis para uma boa leitura. 

Mergulhando nessas páginas, vamos nos deparar com um tipo de personagem que facilmente atrai as mulheres. Clichê... sim... e daí?! Você não imagina o quanto o clichê ainda tem a oferecer a nós, eternos românticos...  Confie em mim, você vai se amarrar em Devon Ravenel, um galanteador por natureza, simpatizante dos curtos relacionamentos (tão curtos ao ponto de evitar esbarrar com os rostos já conquistados).

E não pense que com seu irmão a coisa seja diferente. Não é mesmo. Para simplificar, teremos nessa história dois libertinos, mergulhados nos prazeres que a vida pode oferecer à carne, tudo regado com muito álcool em noites intermináveis de farra. O curioso é que eles eram como folhas ao vento; acredito que, por não terem responsabilidades, aproveitavam o hoje como se não houvesse amanhã. Livres das impostas obrigações aos chefes de família. Vale ressaltar que é uma vida de rei para os cafajestes. 



Acontece que, em um belo dia, Devon é avisado de que seu primo morreu e tudo o que tinha foi deixado a ele. Para o nosso mais novo intitulado a conde, a bomba só estoura de vez quando ele decide ir pessoalmente a Hampshire (o condado). Lá, ele descobre que a herança não é lá essas coisas, afinal, junto com ela vem também o dever para  com o falecido, isso quer dizer o que ele mais temia: a responsabilidade.
Talvez você não saiba, mas nem sempre uma herança quer dizer “dinheiro”. É justamente isso o que acontece com o nosso galã; junto com as terras que estão improdutivas, ele também recebe as dívidas, e se não fosse o bastante, ainda tem as três irmãs do falecido e até mesmo a viúva, Lady Trenear que, além de ser muito bonita, tem por natureza uma sensualidade provocativa, tudo isso somado a uma teimosia acentuada a ponto de irritar bastante o nosso Devon. 

É claro que de início o que vem a mente dele é literalmente chutar o balde, dividir tudo e deixar todos livres para seguirem seus caminhos, preferencialmente bem distante dele, mas...

Trenear (a viúva) logo se destaca por ser uma mulher surpreendentemente inteligente e astuta. Apesar de nosso personagem ser totalmente insensato, vamos dizer que num momento de juízo ele percebe que manter a viúva perto de seus olhos é algo bem mais inteligente a se fazer no atual momento de crise.  

Sabe aqueles planos que são frustrados... E você se delicia com isso? Pois bem, é mais ou menos assim que a coisa acontece na história. Entre os dois a atração é evidente, mas Trenear, já ressentida pelas desilusões da vida, se pergunta até em que ponto ela pode entregar o seu coração (já tão decepcionado e ferido) a um sedutor, que na verdade não tem nada de “Sem Coração”, ao contrário...


Aos poucos, podemos ver o amadurecimento do Devon, que preocupado, sem ao menos se dar conta, começa a descobrir meios de tirar todos do que poderia se dizer “o fundo do poço”.  

Esse é o primeiro livro de uma série de livros que logo de primeira demonstra ter muito a oferecer. Quem me indicou essa série foi a @romancedeepocaevida... Tudo começou com ela me indicando a autora, e posso dizer que fiquei muito contente com a dica. A Lisa simplesmente me conquistou com sua escrita clara e ao mesmo tempo rica.

Então, romancistas de plantão, o que temos aqui é um livro muito bem escrito. Afirmo que terá uma leitura mais que agradável e muito prazerosa. Apesar da simplicidade conforme discorre a história, ao mesmo tempo você se verá surpreso (a) com o amadurecimento de Devon e de seu irmão, que claramente no final do livro se revelam verdadeiros homens (cavalheiros), atenciosos e cheios de qualidades que irão conquistar até mesmo o mais exigente leitor. 
Preciso também mencionar que em alguns pontos a história pode pesar, isso se dá aos detalhes que vez ou outra enrolam um pouco; nada que venha atrapalhar ou tirar o brilho dessa deliciosa leitura. Digo com toda a certeza que a Lisa não poderia ter iniciado melhor essa série, ela foi muito feliz na construção de toda a história e principalmente no romance que acontece sutilmente, nada forçado, ao contrário, os personagens principais são envolvidos pelo amor que nasce entre eles de modo sútil, visivelmente sólido e eterno. Outro ponto que me agradou bastante é a interação dos personagens, isso dá uma dinâmica gostosa ao enredo.

Agora não pense que as minhas considerações terminam aqui, não mesmo. Espertamente, a Lisa já deixou a cama preparada para o próximo livro. Helen é uma das primas de Devon, e lorde Trenear, durante a história, acaba conhecendo Winterborne, um amigo muito rico do conde (seu primo). O casal chega a noivar, porém, graças a Kathleen, o noivado não acaba nada bem. Para nossa tristeza, eles terminam... e a gente fica tipo: e agora?


Então é isso, amores, espero que possam aproveitar bem essa dica e mergulhar na leitura. 

Série Os Ravenels em sua ordem:
1-Um sedutor sem coração
2- Uma noiva para Winterborne
3- Um acordo pecaminoso
4- Um estranho irresistível



Nenhum comentário