Dilema - Série Netflix


Sinopse

Anne (Renée Zellweger) é uma mulher enigmática e poderosa que fará uma proposta inusitada para um jovem casal com problemas financeiros. Apesar de ser sedutora e carismática, ela esconde grandes segredos sobre algo que aconteceu em sua juventude.



Título Original: What /If
Duração: 493 minutos (10 episódios de aproximadamente 50 min).
Ano produção: 2019
Produtor: Mike Kelley
 Estreia: 24 de maio de 2019
Distribuidora: Netflix
Classificação: 16 anos
Gênero: Suspense, Drama
 Países de Origem: EUA
Dilemas de Ângela (Samantha Marie Ware) e Marcos (Juan Castano) 


Destrinchando | Dilema


Essa série antológica chega para levantar algumas questões bastante interessantes referentes à moral, ética e  escolhas. Principalmente escolhas... 

Dilema nos faz mergulhar em vidas que estão em momentos cruciais de suas trajetórias.

Logo de início temos um casal perfeito, e olha que, quando digo perfeito, é perfeito mesmo...  Lisa Ruiz-Donovan é uma jovem cientista interpretada por (Jane Levy), seu esposo, Sean Donovan (Blake Jenner), tem como objetivo se tornar bombeiro. É aquele típico casal repleto de cumplicidade e sonhos. Acontece que nem sempre os desafios na vida são fáceis, e o recém-casal precisou pegar dinheiro empestado; se caso não pagarem esse empréstimo, os pais de Lisa podem perder a casa, já hipotecada para ajudar o jovem casal.



É em meio a esse conflito familiar que entra em cena a insuportável, asquerosa, intragável e malévola Anne Montgomery (Renée Zellweger). Argh! Gente, se ela tinha como objetivo incitar no telespectador ranço e ódio pelo seu personagem, afirmo que conseguiu com louvores. Zellweger fez emergir de dentro de mim tanto nojo, que eu quase desisti de assistir a série simplesmente por saber que teria de suportar sua intragável presença nos segundos advir.



Essa misteriosa mulher, que surge inesperadamente na vida do casal, faz uma proposta nada convencional. Sean deve passar uma noite com ela e tudo o que viveram juntos deve permanecer em absoluto sigilo. Em contra partida, no contrato, a empresária bem sucedida irá injetar uma pequena bagatela de US$ 80 milhões para impulsionar a empresa de biotecnologia de Lisa, valor suficiente para sanar os problemas do casal.

A trama discorre de forma lenta, similar ao filme “Proposta Indecente”, com algumas indagações e muitas questões a serem abordadas.

Dilema tem um estilo bem novelesco. Calma que explico: paralelamente, temos outros personagens curiosos, com histórias que trazem situações adversas a serem resolvidas. Um novelo que está todo atado e bem enrolado, mas ao longo da trama se desfaz.  

Marcos (Juan Castano), meio que irmão de Lisa, tem um relacionamento estabilizado com Lionel (John Clarence Stewart). Apesar de viverem bem, ele acredita que uma terceira pessoa pode apimentar um pouco mais o relacionamento homoafetivo. Por incrível que pareça, logo no segundo episódio, eles encontram uma pessoa com os quesitos necessários, por conta disso que as cenas mais quentes estarão por conta deles.  


Para dar continuidade às tramas desse novelo, você também vai entrar na vida de Ângela Archer (Samantha Ware), uma médica bem sucedida que, apesar de estar casada com Todd Archer (Keith Powers), acaba se envolvendo numa relação extraconjugal com Dr. Ian Evans (Dave Annable). Vocês não imaginam o quanto isso vai dar pano para manga...



A série vai sempre voltar ao foco principal, que foi a proposta feita ao casal, e tudo o que os personagens, sem exceção, irão colher com suas decisões. Acredito que esse era o grande objetivo: mostrar a todos o quanto nossas decisões podem uma hora ou outra cobrar um preço, por vezes, caro demais.

Inegavelmente, vamos nos deparar com situações clichês. Uma protagonista doce, casada com um homem maravilhoso que soterrou seu terrível passado; ambos praticamente são torturados pela antagonista, que tem um plano enigmático, o que nos obriga a ir até o final e saber o que de fato está acontecendo. Afinal, por que nutrir tanto ódio contra esse casal em particular? Por que eles? Quem realmente é essa misteriosa pessoa que assombra outras vidas sem piedade nenhuma?

Dito isso em resumo da série, que tal irmos às minhas considerações?

A série tem um formato trash que nos leva até o fim. Mas claro, você deve saber que a produção é básica, algo comum, sem muito o que elogiar. O suspense é lento, e mesmo assim inexplicavelmente te impulsiona a seguir em respostas dos muitos questionamentos...

A série classificada como mediana teve uma pontuação fraca: 3 de 5, e mesmo assim, estranhamente vicia e agrada a maioria dos fãs de drama. 


Para quem não sabe, o tema, para mim, é um dos pontos importantes. Sempre dou muito valor em aberturas, elas são como o cartão de apresentação. “Dilema” tem tudo a ver com o foco a ser abordado, já a abertura é aquela coisa básica, sem destaque ou até mesmo uma música impactante.

Você pode se pegar questionando a respeito de um filme com uma trama parecida, isso quer dizer que tem ótima memória rssss. “Proposta Indecente” foi um filme que conquistou muitos corações, eu mesmo cheguei a assistir duas vezes. No começo da série, relutei em assisti-la justamente por isso, acreditei que seria uma cópia barata, mas o interessante é que logo no início eles citam o nome do filme, lançando meio que uma comparação cômica, automaticamente foi como se os personagens dissessem: “Ei, nós sabermos da existência desse filme, mas essa história vai ser bem diferente.”

E sim, a trama segue mesmo por um plano totalmente diferente, mas não deixou de, em alguns pontos, replicar reações idênticas às dos personagens principais do filme: Ciúme, insegurança, depressão, indignação, essas reações me fizeram também recordar do filme.

Posso classificar essa série como uma diversão casual. Algo tranquilo para você assistir de boa, sem muita cobrança de chegar ao final. Uma série que não te dá sono e ao mesmo tempo não te deixa cheio de palpitações e estresse. Agora raiva e indignação...

Gosto muito de frases que marcam as séries, essas separei com todo carinho, garanto que com elas você poderá conhecer mais dos personagens e o foco proposto na série.  



“Quando você dá a alguém a sua confiança, dá a ela o poder de destruir você”

“Sempre achei a pior verdade mais bonita que a melhor mentira”

“Os resultados justificam as ações”

“As pessoas só tiram de você o que você permite”

“Aqueles que são incapazes de evoluir são escravos de sua própria natureza”

“O mundo é um lugar cruel, mas Anne Montgomery acorda cedo e devora-o no café”


 
Curiosidade: A série terminou?

Podemos dizer que sim e não. Doidêra, né!
Acontece que essa é uma daquelas séries que foram para a sala de espera, no caso, tudo indica que em breve ela poderá retornar com episódios totalmente diferentes.

Isso se dá devido à proposta da série, que é apresentar a cada temporada um princípio moral distinto que será abordado, assim como foi “Dilema”.
Questionado numa entrevista, Kelley responde:
"Minha intenção, caso a Netflix renove a atração, é fazer uma trama ambientada em um universo no qual a história da primeira temporada não exista". (entrevista concedida para o site TV Line....)

"Supondo que todos os atores estejam disponíveis, eu espero trazê-los de volta para interpretar novos personagens", afirmou em resposta a outra pergunta.

Então é isso, espero que aqui tenham encontrado todas as informações que precisavam para assistir ou não a série. 



24 comentários

  1. Olá 😊
    Já vi alguns filmes com essas duas personagens (com a Jane e com o Blake, em separado) e gostei muito.
    Esta série desconhecia, mas tenho de pesquisar para a ver... Fiquei interessada no enredo 😍😍
    Beijinho

    Http://tudosoblinhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse foi a primeira vez que me deparei com eles, gostei bastante.

      Excluir
  2. Olá,
    Adoro a Renée Zellweger, lembro de já ter lido sobre a série, mas como não tenho netflix vou ficar só na curiosidade.

    ResponderExcluir
  3. Gostei da proposta da série, ainda não assisti mas fiquei curiosa. Assim de cara lembra mesmo Proposta Indecente porém aqui é apresentado um novo caminho, ao que parece. Um bom entretenimento.

    ResponderExcluir
  4. Uau... Vou dar uma adicionada nos favoritos aqui... Curti a proposta. Vamos ver como sinto no andar da carruagem.

    ResponderExcluir
  5. Estou lendo muitas resenhas falando coisas muito boas dessa série e me deixando bem curioso sobre ela. Anotada a dica.

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei muito do Proposta Indecente na época de lançamento, tudo o mistério e a cobiça com o dinheiro me chamaram atenção. Hoje em dia, já parece um tema mais corriqueiro, sem grandes novidades. No entanto, achei legal que a sedutora seja uma mulher nessa versão !!

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Eu sou bem curiosa a respeito dessa série só pra saber se tem algo por trás desse oferecimento milionário, além da noite juntos.
    Vejo comentários positivos a respeito dessa série, então ela já está na minha lista há algum tempo, estou para assisti-la em breve!

    ResponderExcluir
  8. Eduardo Moretti:

    Já vi e amei a série. Cheia de suspense e reviravoltas, nos fazendo querer ver mais e mais a cada final de episódio. Acho interessante como ela levanta questões do tipo a dubiedade do ser humano e até onde todos estão dispostos a ir para atingir seus objetivos. Super indico. Renée Zellweger arrasa e esta maravilhosa no papel de vilã. ❤

    ResponderExcluir
  9. oi!
    Eu adorei a dica :D já tinha ouvido falar desta serie mas ainda não conferi, parece ser bem interessante..

    ResponderExcluir
  10. Amo séries e essa parece ser bem interessante, vou dar uma chance, obrigado pela dica! :)

    ResponderExcluir
  11. Essa trama realmente carrega dilemas muito intrigantes. Principalmente, por apresentar momentos cruciais da tragetória dessas vidas. A proposta da série é muito intrigante. Gostei bastante de conhecer!

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bem? Assisti a série assim que foi lançada no Netflix. O que me fez assistir foi a participação da Renée. Gosto da atriz desde Eu, eu mesmo e Irene quando ela atuou com Jim Carrey e depois fez O diário de Bridget Jones. Gostei do enredo e dos questionamentos que ela traz. Mas não acredito que deva ter segunda temporada do jeito que terminou já cumpriu o papel. Trazer os mesmos atores interpretando outros personagens não tem sentido na minha opinião. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  13. Menina que frases são essas? Simplesmente amei e vou até salvar aqui nas páginas preferidas para copiar no meu caderno.Sobre a série achei super interessante, vou ver se assisto em breve. Bjusss.

    ResponderExcluir
  14. Olá! Eu acho que já tinha visto uma resenha sobre essa série. Confesso que se fosse eu, não pensaria duas vezes e emprestaria o cônjuge tranquilamente. É só não saber detalhes kkk. O que os olhos não veem, o coração não sente kk

    🌗 Relatos de um Garoto de Outro Planeta

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Ainda não tive tempo de ver essa série, mas ela está na minha lista da Netflix e espero poder ver em breve, pois com certeza irei amar. Gosto bastante dos temas que ela aborda, que parecem nos proporcionar alguns questionamentos. Amei como você falou sobre a mesma, pois me deixou com aquele gostinho de quero mais. Arrasou demais!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Comecei a assistir essa série e só não terminei por questão de tempo mesmo, mas depois de ler uma crítica tão boa a respeito já vou voltar a assistir

    ResponderExcluir
  17. Já vou ASSISTIR! Passei por ela hj na netflix mas não tinha me convencido a assistir kkk depois do seu post fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  18. Oi eu assisti mas confesso que não gostei muito não achei um pouco lento o filme sabe?!
    Mas é pessoal meu, mas teve e tem pessoas que amaram

    ResponderExcluir
  19. Nunca tinha ouvido falar. Como a Renée está diferente, né? Não posso dizer que tem envelhecido mal. Ela está bem!!
    Agora eu não sei se dou conta de uma trama dessa não. Me dá asco só de pensar!!! hahahahaa
    Me fez lembrar do personagem Big Jim, do livro Sob a Redoma (Stephen King). Eu quase desisti do livro de tanto ódio que 'garrei' do sujeito.
    Mas, achei demais sua dica. Valeu!!

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  20. Oiii tudo bem???

    Estava em um Dilema, se assistia Dilema ou não. Kkkk
    Pretendo ver sim, muitos atorea bons e seu post aguçou minha curiosidade.
    Adorei conhecer um pouco mais sobre essa serie.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir