Cartas Marcadas - Sandro Schulze


Como dar início a resenha de um livro que contém tantos pontos positivos? É, eu tenho um problema. A trama tem tantos detalhes a serem ditos, e como fazer isso sem dar spoiler?! Depois disso, como dizia Carlos Drummond: E agora, José?


Título: CARTAS MARCADAS
Autor: Sandro Schulze
Gênero: Investigação criminal/ ficção.
Isbn: 9788571450745
Páginas: 296
ano de edição: 2019
Editora: Albatroz


@sandro.schulze30


Sinopse:

1986: A vida do jovem empresário Percy Gardon não anda muito bem.
Os negócios ruins e o casamento já desgastado o levam a procurar uma saída para a solidão e o refúgio se dá nos braços de Amanda, uma linda dançarina do famoso cabaré da cidade.

Mas um inusitado convite para uma festa na casa do recém-eleito governador do Rio de Janeiro pode mudar a vida do empresário.
Traições, segredos e chantagens dão o tom do evento e Percy encontra naquela noite a solução para todos os seus problemas.

30 anos se passam e ele se torna um dos empresários mais ricos e poderosos da cidade. A fortuna, contudo, vem acompanhada de muitos desafetos.
Misteriosamente, Percy é assassinado e a investigação do caso passa a ser acompanhada de perto pelo sério promotor Nicolas, amigo íntimo da família.
No curso do inquérito, um diário anônimo é descoberto, levando as investigações para um caminho inesperado.

Segredos do passado são revelados, colocando em risco a fortuna da família e a estabilidade política do país.
Resenhando | Cartas Marcadas

Como dar início a resenha de um livro que contém tantos pontos positivos? É, eu tenho um problema. A trama tem tantos detalhes a serem ditos, e como fazer isso sem dar spoiler?! Depois disso, como dizia Carlos Drummond: E agora, José?

Esse é um daqueles livros que te prendem logo de início. Isso se dá graças ao planejamento de um assassinato que tem tudo para dar errado, afinal, são tantos palpites... As possibilidades vão desde ao uso de uma faca, até a um envenenamento lento e doloroso. Os muitos possíveis assassinos na sala nos permitem apreciar um diálogo leve e divertido; repleto de suspeitos no qual o leitor não consegue identifica-los. A cena te prende e te deixa com aquela impressão de que: vai dar m...

Um salto na história nos faz voltar 30 anos, em meio a um cenário político onde as eleições podem surpreender muitos. Afinal, Gilberto Rocha, um velho lobo na política, sabe que as pesquisas sempre mentem...

No capítulo 2, conhecemos um pouco sobre a vida de Amanda, uma jovem que sonha ser atriz, mas sem muitas oportunidades, só lhe resta a dança no Jose's House, um local frequentado pela nata da sociedade.

Percival Gordon é um assíduo visitante do lugar, que aproveita as noites nos braços dessa doce jovem.

Já no capítulo 3, conhecemos Augusto, pai de Nicole. Esse senhor de 42 anos tem um caráter único e fala mansa, difícil não se encantar. Talvez você se pergunta: mas por que destacar tanto essa família? Acreditem, eles são uma peça fundamental no decorrer de toda a trama.

Depois de conhecermos bem essas pessoas incríveis, nos deparamos no capítulo seguinte com o fétido mundo político. Só então, iremos conhecer mais a fundo o caráter de Percival Gordon e Julia (Lia), sua esposa.

O casal está preso num relacionamento fracassado e frio, mas Julia não tem forças para se libertar. Acomodada, ela suporta as traições do marido e, como um fantasma no relacionamento, apenas sobrevive acomodada em meio ao luxo, conquistado através das falcatruas do seu marido. Falcatruas essas diretamente ligadas àquele político corrupto (Gilberto Rocha), que busca agora o cargo de Senador.
 “Deixar o destino ser escrito espontaneamente pode ser um tanto perigoso.”

Inesperadamente, a família de Augusto volta em cena. Agora eles lutam para sobreviver em meio a um triste pesadelo. Na minha opinião, esse foi um momento extremamente doloroso. O autor, mesmo sem explorar o drama, com simplicidade, emocionou-me.

No capítulo 12, caímos de paraquedas num julgamento que está acontecendo no Rio de Janeiro. É aí que entra em cena, na minha opinião, o melhor personagem do livro: Nicolas.  Esse promotor encontra o prazer na verdade. De um caráter único, ele dá-nos a esperança de que ainda existem pessoas nesse meio que amam a justiça.

"E ali naquele quarto, o passado parecia estar de volta, mas agora um novo capítulo era escrito, um capítulo que mudaria para sempre a vida de Percy." 
Vinte anos depois, Percy ainda vive aos trancos e barrancos com a sua esposa. Bilionário, ele compra tudo e todos. Os seus dois filhos seguiram caminhos totalmente diferentes. O mais novo se mostra rebelde, e com toda a razão. O motivo de tanta rebeldia só nos é revelado nos últimos capítulos. Já o mais velho tem o caráter da mãe, e é a prova viva de que nem sempre filho de peixe, peixinho é.
No decorrer da leitura, iremos nos deparar com muitos personagens que, de alguma maneira, cruzarão o caminho de Percival: Gilberto Rocha, é o político chantageado por ele; Fernando Dias, o sócio; Amanda, a amante que foi traída; Julia... nem se fala... Carlos surge na história como prova de que uma mulher traída é capaz do inimaginável. Tanto Eduardo quanto Ricardo Gordon seriam também beneficiados com a morte do pai, mas a lista não fica só com esses nomes; ao longo da vida, se tem uma coisa que Percy conseguiu acumular, foram inimigos.


No capítulo 17, Nícolas, nos fascina com uma investigação apaixonante, a gente vislumbra isso nesse promotor. É muito envolvente esse mundo de investigação criminal, no qual o leitor se vê aprisionado e participante das investigações. Me senti como uma promotora, que desesperadamente clama por justiça, e vê na verdade o maior prêmio a ser conquistado.

Inesperadamente, após a morte de Percy, um diário surge e com ele algumas possibilidades. Infelizmente chegamos a um ponto da investigação onde as pistas não nos leva a lugar nenhum; bem, isso até chegarmos ao capítulo 21, onde a investigação toma um novo fôlego, afinal, por que Duda está entrando em contradição? Seria apenas medo de expor os seus terríveis segredos?

Nicolas, como um ratel incansável, valoriza todas as linhas e possíveis pistas. A sua esperança renasce ao encontrar Jeferson, o antigo assessor de Gilberto, agora, bem mais velho, e sem medo da morte, e entrega a ele os papéis que podem acabar com a carreira desse verme chamado Gilberto (para mim, grande parte dos políticos possuem esse codinome: verme).


Ao fim, Nicolas tem um nome a ser apresentado à justiça (ainda bem que não é o STF, talvez tenhamos uma sentença justa). No capítulo 26, os advogados, juízes e promotores analisam se realmente essa pessoa pode ser levada ao tribunal.

No início do capítulo 28, a trama nos faz voltar automaticamente no introito e é inevitável não darmos uma relida, desesperados queremos desvendar o assassino antes do juiz. No capítulo 29, uma surpresa nos explica o porquê de algumas histórias relatadas no passado. No capítulo 30, Nicolas apresenta a todos o assassino, mas acredite, Sandro (autor) não poupou nas surpresas, e como um mestre no xadrez, deixou para o último parágrafo a melhor surpresa. 

Por fim, posso garantir que fiz uma resenha gigantesca, com bem mais anotações, mas devido ao tamanho cortei pela metade, rsrsrs.



Minhas considerações.

A capa com tom escuro tem tudo a ver com a história interligada por uma teia de corrupção, traição e segredos. O vulto de uma pessoa está diretamente vinculado ao lado oculto que muitos homens guardam a sete chaves. A diagramação e correção não deixaram a desejar. Foi uma leitura bem confortável.

Quero ressaltar que o autor não se prendeu a detalhar espaços físicos e caracterizações. As que descreveu, foram na medida certa. Com uma escrita limpa, ele focou na trama, muito bem construída, com margem para muitas possibilidades e algumas dores de cabeça.


Este ano, cheguei a ler alguns livros nessa mesma linha: A garota do Lago (físico); Quando ela desaparecer (Físico); e A Pecadora (E-book, autora Tess Gerritsen, super indico). Desses, A Pecadora se destacou, isso porque a escritora  Tess Gerritsen sabe como ninguém descrever uma bela cena sangrenta. O autor de Cartas Marcadas, Sando Schulze, por ser advogado, também soube explorar essa vantagem (ser advogado), que foi essencial para nos apresentar uma história muito bem ligada, onde as pontas são apresentadas no decorrer, os nós são desatados diante dos nossos olhos, graças aos personagens muito bem montados, pessoas como eu e você, dispostas a tudo, quando se veem contra a parede.   
  
Se você gosta de uma boa investigação criminal, essa eu indico. 

                                                     Amazon



Mais sobre o autor:

"Sandro Schulze é um autor estreante com duas características fundamentais ao ofício de escritor: sabe perceber o que os leitores contemporâneos estão procurando numa história, e compor personagens complexos, que saem das ruas, da vida real, para as páginas do seu primeiro livro.

Dessa combinação de qualidades, nasceu Cartas Marcadas, este romance policial que você tem em mãos.

Política, poder, corrupção, amor e o seu revesso são as bases de uma trama que não conseguimos largar até o fim. Como numa boa investigação, somos levados por uma escrita ágil, que intercala passado e presente sem perder o tom e é capaz de formar cenas perfeitas, como as que vemos nos melhores filmes e séries do gênero. O suspense se constrói aos poucos e nos faz querer continuar passando as páginas, uma após a outra, e de repente a solução do assassinato de um empresário ambicioso e corrupto se torna não apenas a prioridade de um promotor de justiça jovem e idealista e de um delegado experiente, mas também a nossa. E então a tarefa da literatura se completa: entreter, sim, mas também nos colocar frente a frente com o que há de mais humano em todos nós." - Izabel Aleixo, editora e responsável por alguns dos maiores best-sellers do país, como "O Caçador de Pipas" e "O Castelo de Vidro".

22 comentários

  1. Adorei a resenha e quero ler o livro😍😍😍😍

    ResponderExcluir
  2. Eu amei essa resenha, gosto de um livro que te prende desde o começo e esse parece seguir essa linha! Quero

    ResponderExcluir
  3. Amada... Que resenha bem escrita, cara! Gosto de livros assim... Tem que pegar o leitor pelo colarinho! rsrsr... Demais mesmo!

    ResponderExcluir
  4. Gente, já desejo ler e asa obra, ela está do jeito que eu gosto, repleta de mistério e suspense. Espero realizar a leitura em breve. Sua resenha está perfeita!!!

    ResponderExcluir
  5. Ainda não conhecia o livro e já fiquei curiosa com o enredo. Capa instigante e enredo original. Já quero ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Não conhecia a obra mas fiquei bem curiosa com a premissa e com as suas considerações, acho que é uma trama que eu irei adorar realizar a leitura.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Imagino como deva ser difícil mesmo para iniciar a resenha de um livro que contém uma trama com tantos detalhes para ressaltar, sem dar spoilers rs'. Gostei bastante de poder conhecer esse romance policial com personagens complexos. Além de saber mais sobre o autor.

    ResponderExcluir
  8. Livros de investigação criminal não são muito minha praia, acho que só li um em toda a minha vida de blogueira. Acho que se chamava Branca de neve tem que morrer, algo assim.
    Mais enfim, não tem coisa melhor do mundo do que encontrar uma história bem construída com os pontos bem interligados e personagens... Vamos dizer, humanos!
    Sua postagem está completa e bem grande (e pelo que li você conrtou né?. Revelou o que tinha que ser dito. Gostei!


    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem? Confesso que não conheço a obra e se fosse julgar pela capa não compraria, mas sua resenha ressaltou tantos pontos altos que é meio impossivel não se render para essa narrativa. A história parece ser super bem construida e o autor não peca nem nas descrições, muito bacana.

    ResponderExcluir
  10. Oiii! E "uau", que voo no tempo que essa história dá! Menina, parece bem intensa! De verdade, não conhecia,mas gosto bastante dessas premissas que envolvem história, política, assassinato, mistério... Realmente, se bem escrito, que parece o caso, nos prende do início ao fim. Parabéns pela bela resenha! Gostei da proposta! Bjsss

    ResponderExcluir
  11. Oiii tudo bem???

    Adoro livros assim e sempre fico intrigada tentando desvendar os mistérios do livro, fiquei bem curiosa e com vontade de ler.
    Amei a resenha, e realmente gigantesca, nao dou conta de escrever tanto assim e nem tão detalhado.
    Adorei
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  12. Adorei a resenha e quero mto ler o livro. Parabéns!

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Amo leituras que já começam nos prendendo, então essa foi a primeira coisa que já me deixou interessada na obra. Por tudo que você narrou, tenho certeza que é o tipo de narrativa que costuma me fisgar e viver bons momentos. Saber que o autor focou na trama bem construída apenas ressalta o quanto a história deve ser boa. Já quero ler, sem sombra de dúvidas. Você arrasou na resenha!

    beijos!

    ResponderExcluir
  14. Como é maravilhoso quando a leitura nós prende como essa que é cheia de detalhes e pontos positivos. Fiquei super curiosa e com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  15. Oiii,

    Achei sua resenha ótima, conseguiu perceber bastante coisas na história, realmente parece ser um ótimo livro, e ainda mais se tratando sobre política, que infelizmente é algo que acaba com a felicidade de muitos. E não conheço o autor, mas parece ter uma ótima escrita.
    Abraços

    ResponderExcluir
  16. Pra quem gosta desse estilo de livro vai se apaixonar pela maravilhosa história em si.
    Excelente indicação. Amei a capa, muito linda.
    https://blogdajenny2014.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Gosto de livros policiais, mas ultimamente só tenho encarado livros bem mais ou menos. Gostei da sua resenha e fica como uma indicação de leitura esse ano, já que quero ler policiais com mais frequência.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Esse não é meu gênero de leitura preferido, não consigo manter o foco, mas morro de curiosidade ao mesmo tempo. Mesmo que eu não vá ler o livro, vou indicar sua resenha para duas amigas minhas que amam e vão se beneficiar muito da sua indicação/opinião.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Ainda não conhecia esse livro, mas a forma como você descreveu todos os acontecimentos me deixou bem curiosa. Você instigou bastante a conhecer essa obra! E o melhor de tudo é saber que o autor soube como detalhar perfeitamente os detalhes.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  20. Olá!!!
    Esse não é um gênero que leio muito, mas não descarto e bem acho bom não ser detalhado porque pra mim se torna cansativo.
    Que bom que o autor sob aproveitar da profissão para explorar e desenvolver seu enredo.
    Parabéns pela resenha!!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir